Cidades onde mais neva em Santa Catarina

Topo

Pousa Trinca Ferro



Conheça os chalés da Pousada Trinca Ferro

Conheça os chalés da Pousada Trinca Ferro!

DICAS DE ROTEIROS TURÍSTICOS DA SERRA CATARINENSE

Venha desfrutar de grandes emoções e paisagens que encantam a todos!!

Cidades onde mais neva em Santa Catarina

Se você quer ver neve, então Santa Catarina é o lugar certo!
Que tal ver neve sem sair do Brasil? Veja algumas cidades catarinenses onde isso é possível.
Quando se fala em neve, logo lembramos daquelas lindas paisagens que são bastante comuns na América do Norte e Europa, certo? Pois então, talvez você não saiba, mas não precisamos ir até o Canadá ou Alemanha para admirarmos esse fenômeno pessoalmente: basta darmos um pulinho na serra catarinense e contarmos um pouco com a sorte!

Nosso estado é o estado brasileiro onde mais ocorre este fenômeno devido as condições climáticas do seu planalto sul, e as precipitações podem ser observadas praticamente todos os anos. A passagem de uma frente fria pela região, aliada a uma forte massa de ar frio, de origem polar, favorece a ocorrência do fenômeno.
Vejamos algumas cidades catarinenses onde a ocorrência é mais frequente

Canoinhas

Urubici

São Joaquim

Urupema

Bom Jardim da Serra

Outras cidades
Moradores e turistas de Xanxerê, Fraiburgo, Bom Retiro, Otacílo Costa, Lages, Curitibanos, Monte Castelo dentre outras, também já presenciaram a ocorrência de neve, entretanto com menos frequência em relação as cidades citadas a cima.

::Se eu for na para a serra catarinense vou ver neve de certeza?
A resposta é não! De fato a serra catarinense é a região do país onde o fenômeno é mais comum, entretanto algumas “combinações climáticas” são essenciais

1. Frio: a necessidade do frio para que haja neve é conhecida. Porém, as massas de ar polar que trazem o frio para o Estado são sistemas de ar seco e frio. Logo, o ar seco inibe a formação de nuvens e, sem elas, não há precipitação nem ocorrência de neve.
2. Intensidade: é necessário que o frio seja intenso em boa parte da atmosfera para que a nuvem de chuva se desenvolva dentro de uma camada gelada, criando ainda dentro da nuvem flocos cristalinos com um formato especial, alongado.
3. Ambiente: quando esse floco sair de dentro da nuvem, precisa encontrar um ambiente frio suficiente para mantê-lo com essas características até atingir o chão. A partir daí, quando o floco atinge a superfície, ele se acumula ou pelo menos fica por alguns minutos com esse formato.
Portanto, fique de olho na previsão do tempo e boa sorte.

Fonte: Viva a Bela Santa Catarina

SOLICITE SUA RESERVA

;